msbt

A Síndrome da Morte Súbita na Infância (SMSI), que como o próprio nome induz, se refere à morte repentina da criança, sem causa aparente e usualmente durante o sono, ocorre com mais frequência durante os primeiros seis meses de vida, especialmente entre dois e quatro meses de idade. A incidência é maior em meninos, principalmente os nascidos de parto prematuro, bebês nascidos com baixo peso e gêmeos.

Sobre a preocupação de que a criança vire muito durante a noite, na verdade, é um bom sinal que revela que ela possui mecanismo de defesa para evitar a asfixia.

Suas causas ainda são desconhecidas, porém, entre as mais prováveis estão as alterações do estado imunológico, reações anafiláticas, doenças pouco conhecidas pela sua baixa incidência (entre estas os erros inatos do metabolismo), arritmia, entre outras. Entretanto, nenhuma delas foi totalmente comprovada até o momento.

Especificamente na questão da posição para dormir, a Associação Americana de Pediatria, bem como a Sociedade Brasileira de Pediatria, recomendam que se coloque o bebê deitado de costas (barriga para cima), para evitar sufocamentos.

A solução de alguns pais de colocar a criança para dormir na mesma cama em que dormem e assim poder monitorar melhor a criança não é aconselhada, visto que, durante o sono, o próprio pai ou mãe pode sufocar o filho com o peso do corpo.

Sobre a preocupação de que a criança vire muito durante a noite, na verdade, é um bom sinal que revela que ela possui mecanismo de defesa para evitar a asfixia.

Desta forma, embora ainda não tenhamos conhecimento exato dos fatores desencadeantes da SMSI, podemos, através das estatísticas das prováveis causas observadas, indicar atitudes preventivas, as quais reforço a seguir:

  • Evite colocar o bebê para dormir com a barriga para baixo ou de lado, dê preferência à posição da barriga para cima
  • Não agasalhe excessivamente o bebê e mantenha o quarto na temperatura média de 22º C
  • Não use cobertores, colchões e travesseiros muito macios, com fiapos ou franjas que possam ser puxados ou mesmo se soltar
  • Não deixe bichos de pelúcia ou tecido junto ao bebê ao dormir
  • Não compartilhe o mesmo leito com a criança
  • Não tome bebidas alcoólicas e nem fume durante a gravidez
  • Jamais exponha o bebê à fumaça de cigarro.

FONTE : yahoo.minhavida.com.br